STJ considerou nulo ato de exclusão de candidato do concurso público do CBMMG devido à tatuagens

13419241_10153502085661852_3325783944354832484_n

Após 12 (doze) anos de processo buscando reverter ato ilegal que eliminou candidato do certame para provimento do cargo de Bombeiro Militar por motivo de tatuagem, o Escritório Egg Nunes Advogados Associados, com grande satisfação, informa que obteve êxito neste julgamento perante o Superior Tribunal de Justiça, conforme matéria compartilhada. Fato que nos traz maior honra é ter a decisão sido veiculada de forma nacional no próprio órgão e na imprensa. É mais um reconhecimento do trabalho pioneiro em concursos públicos que vem sendo desenvolvido em Minas Gerais e no Brasil desde 1994, atuando em mais de 5 (cinco) mil processos até a presente data.